Tag: crer e observar

12/05/2021

Trust And Obey

“Crer e Observar”

Letra: John Henry Sammis (1846-1919).

Música: Daniel Brink Towner (1850-1919).[ Arquivo Midi — Arquivo NoteWorthy Composer — Arquivo PDF ].

→ This hymn gives a simple, clear explanation of living the Christian life. The title expression was used in a testimony meeting, following an evangelistic crusade in Brockton, Massachusetts, by Dwight Lyman Moody. A young man stood to speak, and it soon became clear he knew little Christian doctrine. But he finished by saying, “I’m not quite sure – but I’m going to trust, and I’m going to obey.” Daniel Towner, who was in the meeting, jotted down the words, and gave them to John Sammis who developed the lyrics from this hymn.

A businessman and YMCA worker in Logansport, Indiana, Sammis attended McCormick and Lane Theological Seminaries, was ordained a Presbyterian minister in 1880. He served in Glidden, Iowa; Indianapolis, Indiana; Grandhaven, Michigan, Red Wing, Minnesota; and Sullivan, Indiana. For the remainder of his career, he taught at the Los Angeles Bible Institute.

Danny’s Home Page
John Henry Sammis (1846-1919)

John Henry Sammis (1846-1919)

Daniel Brink Towner (1850-1919)

Daniel Brink Towner (1850-1919)

Trust And Obey

Daniel Brink Towner (1850-1919)

Daniel Brink Towner (1850-1919)

 When we walk with the Lord in the light of His Word,
What a glory He sheds on our way!
While we do His good will, He abides with us still,
And with all who will trust and obey.

Refrão
Trust and obey, for there’s no other way
To be happy with Jesus, but to trust and obey.

Not a shadow can rise, not a cloud in the skies,
But His smile quickly drives it away;
Not a doubt or a fear, not a sigh or a tear,
Can abide while we trust and obey.

Refrão
Trust and obey, for there’s no other way
To be happy with Jesus, but to trust and obey.

Not a burden we bear, not a sorrow we share,
But our toil He doth richly repay;
Not a grief or a loss, not a frown or a cross,
But is blessed if we trust and obey.

Refrão
Trust and obey, for there’s no other way
To be happy with Jesus, but to trust and obey.

But we never can prove the delights of His love
Until all on the altar we lay;
For the favor He shows, for the joy He bestows,
Are for them who will trust and obey.

Refrão
Trust and obey, for there’s no other way
To be happy with Jesus, but to trust and obey.

Then in fellowship sweet we will sit at His feet.
Or we’ll walk by His side in the way.
What He says we will do, where He sends we will go;
Never fear, only trust and obey.

Refrão
Trust and obey, for there’s no other way
To be happy with Jesus, but to trust and obey.

[ Danny’s Home Page ¬ Tradução por Borges & by Ginsburg ]

Antes, como Deus é fiel, a nossa palavra a vós não é sim e não, porque o Filho de Deus, Cristo Jesus, que entre vós foi pregado por nós, isto é, por mim, Silvano e Timóteo, não foi sim e não; mas nele houve sim. Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o sim; portanto é por ele o amém, para glória de Deus por nosso intermédio.

II Coríntios 1:18-20
03/04/2021

Crer e Observar (Ginsburg)

“Trust and Obey”

Este hino dá uma explicação simples, clara de viver a vida Cristã. A expressão do título foi usada em um testemunho de um culto de oração, numa cruzada evangelística em Brockton, Massachusetts, por Dwight Lyman Moody. Um jovem se levantou e explicou como a doutrina cristã havia ficado claro. Mas ele terminou dizendo, “eu não estou completamente certo – mas eu vou confiar, e eu vou obedecer”. Daniel Towner que estava neste encontro anotou as palavras, e as deu a John H. Sammis que desenvolveu a letra desse hino.

Homem de negócios e funcionário do YMCA em Logansport, Indiana. Sammis assistiu aos Seminários Teológicos de McCormick e Lane ordenados por um ministro presbiteriano em 1880. Ele serviu em Glidden, Iowa, Indianapolis, Indiana, Grandhaven, Michigan, Red Wing, Minnesota; e Sullivan, Indiana. E o resto de sua carreira ensinou no Instituto Bíblico de Los Angeles.

Danny’s Home Page

Letra: John Henry Sammis, in Hymns Old and New (Chi­ca­go, Il­li­nois: Flem­ing H. Re­vell, 1887). Tradução do inglês para o português por Salomão Luiz Ginsburg, (1867-1927).

Música: Daniel Brink Towner, (1850-1919). [ Arquivo Midi — Arquivo NoteWorthy Composer — Arquivo PDF ].

Músicas Alternativas:
“Trust and Obey (Wer­de­baugh)”Scott Wer­de­baugh, 2018. [ Arquivo Midi — Arquivo NnoteWorthy Composer — Arquivo PDF ].

John Henry Sammis (1846–1919)

John Henry Sammis (1846–1919)

Daniel Brink Towner (1850–1919)

Daniel Brink Towner (1850–1919)

Crer e Observar (Ginsburg)

Daniel Borges (1959-)

Daniel Borges (1959-)

Em Jesus confiar, sua lei observar,
Oh! Que gozo, que bênção, que paz!
Satisfeito guardar tudo quanto ordenar,
Alegria perene nos traz.

Refrão
Crer e observar tudo quanto ordenar;
O fiel obedece ao que Cristo mandar.

O inimigo falaz, a calúnia mordaz,
Cristo pode desprestigiar;
Nem tristeza, nem dor, nem intriga maior,
Poderão ao fiel abalar.

Refrão
Crer e observar tudo quanto ordenar;
O fiel obedece ao que Cristo mandar.

Que delícia de amor, comunhão no Senhor,
Tem o crente zeloso e leal;
O seu rosto mirar, seus segredos privar,
Seu consolo constante e real!

Refrão
Crer e observar tudo quanto ordenar;
O fiel obedece ao que Cristo mandar.

Resolutos, Senhor, e com zelo e ardor,
Os teus passos queremos seguir;
Teus preceitos guardar, o teu nome exaltar,
Sempre a Tua vontade cumprir

Refrão
Crer e observar tudo quanto ordenar;
O fiel obedece ao que Cristo mandar.

Crer e Observar (Borges)Descendência de Jesus

[ Tradução por Borges see also in Cyberhymnal and in Inglês ]

Este é mais um hino que procuro buscar nele mais aprendizado sobre o que creio e também tudo aquilo que devo observar da Palavra de Deus:

Em Jesus confiar, sua lei observar,
Oh! Que gozo, que bênção, que paz!

Não são todas as pessoas que conseguem confiar em Jesus, só aquelas que já desfizeram a barreira da inimizade com Deus. Muitos confundem crer com confiar. Confiamos em Jesus quando deixamos que Ele se torne Senhor de nossas vidas não apenas Salvador, ou seja, qualquer atitude ou decisão, seja ela pequena ou grande, que iremos tomar devemos primeiro deixar Deus decidir, só assim podemos ter tranqüilidade e paz. “Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz”. (Efésios 2:14-15).

Satisfeito guardar tudo quanto ordenar,
Alegria perene nos traz.
Crer e observar tudo quanto ordenar;
O fiel obedece ao que Cristo mandar.

Cristo diz que para sermos bem aventurados precisamos, além de crer e observar também devemos alegres e contentes guardar Seus mandamentos “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor”. (João 15:10). O cristão tem que obedecer em tudo, apenas por gratidão pela sua Salvação  e não por força ou obrigação. “Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém”. (Mateus 28:20). Quando assim agimos recebemos em nossos corações uma alegria inesgotável e abundante, do contrário é impossível. E mais “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando”. (João 15:14), então, por que não sermos amigos de Jesus?

Que delícia de amor, comunhão no Senhor,
Tem o crente zeloso e leal;

O cristão fiel e verdadeiro usufrui de uma comunhão sincera com Deus. O amor de Jesus é incondicional e não como o amor que o mundo oferece que para oferecer amor quer sempre algo em troca. “Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor”. (João 15:9). Cristo não nos diz: “faça isto ou aquilo que Eu te amo”. De forma alguma, Ele nos ama independentemente do modo como agimos com Ele. “E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele”. (II João 1:6).

O seu rosto mirar, seus segredos privar,
Seu consolo constante e real!

Como é que podemos ver a Cristo? Ninguém consegue mirar o rosto de Jesus se não O aceitar como Senhor e Salvador de sua vida. Para isso é necessário nos arrependermos de nossos pecados. “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”. (João 5:24). Quando decidimos desta forma, Deus pelo Seu grande amor e misericórdia nos dá a salvação que é pela Graça. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus”. (Efésios 2:8). A partir daí somos consolados a todo instante e podemos também confortar e suavizar o pesar de outros e também de nossos irmãos “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus”. (II Coríntios 1:3-4). E não há e jamais haverá nada que nos abale nem mesmo nos afaste do real amor consolador de Cristo, seja aqui nesta terra ou na eternidade“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”. (Romanos 8:38-39).

Resolutos, Senhor, e com zelo e ardor,
Os teus passos queremos seguir;
Teus preceitos guardar, o teu nome exaltar,
Sempre a Tua vontade cumprir.

Temos escolhas a fazer e quando determinados resolvemos nos entregar verdadeiramente a Jesus e com aplicação, dedicação e muita intensidade guardar Sua Palavra e realmente decidimos seguir todos os seus passos, ou seja, colocar o nome de Cristo em primeiro lugar em nossa vida, ainda com todas as falhas que temos como pecadores que somos tentamos fazer Sua vontade, é a partir desse momento que começamos a nos sentir repletos de amor. O maior desejo de Jesus é que cumpramos o amor que contém nos dois mandamentos que Ele deixou. “Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento”. (Mateus 22:36-37)” E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mateus 22:39). E é necessário que façamos como Deus ordenou a Josué “Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo…”. (Josué 1:7), devemos nos esforçar para imitar Jesus na prática desse amor, pois disso também um dia prestaremos contas. “Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo”. (I João 4:17).

“Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna”. (I Timóteo 6:19).

Agora, pois, filhos, ouvi-me, e estai atentos às palavras da minha boca. Não se desvie para os seus caminhos o teu coração, e não andes perdido nas suas veredas. Porque ela a muitos tem feito cair feridos; e são muitíssimos os que por ela foram mortos. Caminho de Seol é a sua casa, o qual desce às câmaras da morte.

Provérbios 7:24-27