Pentateuco – Deuteronômio

20/03/2021

Pentateuco – Deuteronômio

Velho Testamento

Nome: Derivado das palavras gregas, deuteros, que significa “segunda”, e nomos, “lei”.

Autor: Moisés, comumente aceito.

Quando foi Escrito: 1410 a.C.

Ocasião Histórica: A geração passada de Israel havia perecido no deserto. Era importante, então, que a lei fosse repetida e exposta à nova geração antes que esta entrasse na Terra Prometida.

Conteúdo: Uma série de discursos e exortações dadas por Moisés nas planícies de Moabe, antes da travessia do Jordão, 1:1.

Tema Principal: Repetição das leis proclamadas no Sinai, com um chamado à obediência, mesclado com a lembrança das experiências da geração passada.

Pensamento Chave: O requisito divino da obediência, capítulo 10:12-13.

Sinopse:
Lembrança do relacionamento de Deus com Israel no passado, capítulos 1-4.
Repetição do Decálogo e referências à eleição de Israel como povo separado, obediente aos mandamentos divinos, capítulos 5-11.
Um código de leis que devem ser guardadas em Canaã, capítulos 12-26.
Bênçãos pronunciadas sobre a obediência e maldições sobre a desobediência. A morte e a vida expostas perante o povo, capítulos 27-30.
Palavras finais de Moisés, seu cântico, bênção ,etc., capítulos 31-33.
Lembrança adicional da última visão e da morte de Moisés, capítulo 34.

Palavra Chave: “Lembra-te”. Está repetida com freqüência através de todo o livro.
“Lembra-te”
Da promulgação da lei, capítulo 4:9-10.
da aliança, capítulo 4:23.
do cativeiro passado, capítulo 5:15.
da grande libertação, capítulo 7:18.
da liderança e provisão divinas, capítulo 8:2-6.
dos pecados do passado, capítulo 9:7.
dos juízos divinos, capítulo 24:9.
dos dias passados, capítulo 32:7.

Passagens Importantes:
O grande mandamento e a importância de não se esquecer da Palavra de Deus, capítulo 6:4-12.
As riquezas da provisão divina, os perigos de esquecê-la, e a idolatria, capítulo 8.
As bênçãos da obediência e a maldição do pecado, capítulo 28.

E te lembrarás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus tem te conduzido durante estes quarenta anos no deserto, a fim de te humilhar e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos.

Deuteronômio 8:2

Deixe um comentário