Migrar seu Site HTML para WordPress

Se você pode ter vários motivos que o levem a “Migrar seu site HTML para o WordPress”, mas com certeza um motivo que o fará ter receio nessa migração é o processo de migração e todo trabalho, e problemas, que podem acontecer nesse processo.

Seja se site desenvolvido em HTML ou se está usando outro CMS como Joomla (que já vimos antes como proceder a migração do Joomla para WordPress) ou Drupal, o processo de migração será diferente para cada um, mas para qualquer caso você pode encontrar uma forma de evitar qualquer problema.

O PRIMEIRO PASSO PARA A MIGRAÇÃO

Mas então o que é precisa para evitar problemas? Há um check-list de verificações que você pode fazer antes de iniciar o processo de migração, seja qual for a atual estrutura do seu site.

1. AVALIAR AS FUNCIONALIDADES

Avaliar seu site atual irá ajudar a identificar como e quais recursos você vai precisar encontrar no WordPress, seja com uso de plugins ou não. Dê atenção para os seguintes pontos:

  • Formas de contato e conversões (como inscrição em newsletter);
  • Login e registro;
  • Gerenciamento de arquivos de mídia;
  • Suporte multi-idioma;
  • Vários autores;

Visto isto e outras funcionalidades que seu site apresenta, comece a procurar plugins do WordPress que ofereçam as mesmas funcionalidades que seu site exige, como eu disse antes você não necessariamente precisa usar plugins, mas pode fazer alterações diretas no código do WordPress.

2. AVALIAR A NAVEGAÇÃO

É muito provável que a estrutura dos menus no WordPress, juntamente com os muitos widgets disponíveis devem suprir a maior parte da navegação e necessidades de organização de links internos que seu site atual possa ter. Aproveito todo o processo de migração para otimizar o seu atual sistema de navegação internet, que embora possa ter sido adequadas à sua finalidade, sempre pode ser melhorado.

3. COMO ESTÁ O SEU CONTEÚDO

A migração também é um bom momento para dar uma olhada na arquitetura de conteúdo do seu site e veja se ele ainda é relevante e necessário. Fazer uma boa faxina pode ajudar a simplificar e otimizar o conteúdo de seu site tornando-o mais útil para os seus visitantes e mais fácil de navegar.

4. FAMILIARIZE-SE COM WORDPRESS

Se você não é muito íntimo do WordPress, então é uma boa ideia se familiarizar com a plataforma mesmo antes de planejar muito de sua estratégia de migração. Pois nesse momento você precisa decidir como você deseja classificar e categorizar seu conteúdo quando importá-lo para o WordPress e que funcionalidades você estará usando.

Procure entender um pouco como funciona o WordPress, existem diferentes temas e plugins que estão disponíveis e que podem ajudar a planejar com será seu novo site, reduzindo muito as surpresas que podem ocorrer ao longo do caminho.

MIGRAR DE UM SITE HTML PARA O WORDPRESS

Se seu site atualmente é um site HTML simples ou estático e você gostaria de utilizar a plataforma WordPress, a melhor opção pode ser a de copiar e colar o código HTML de cada página para uma nova instalação do WordPress manualmente.

Mas e se seu site contiver um grande número de páginas, então usar um Plugin WordPress para acelerar o processo pode ser uma boa ideia. Existem alguns plugins gratuitos que possibilitam essa importação, de conteúdo de páginas HTML, ignorando os cabeçalhos, rodapés e barras laterais das páginas que você não deseja adicionar ao corpo das novas páginas do WordPress.


Dentre estes plugins o HTML Import 2 é um plugin muito bem conceituado para a tarefa, ele pode ajudá-lo a migrar o conteúdo de um site HTML para uma instalação do WordPress com facilidade. Porém temos esse plugin como uma ferramenta exclusivamente para importas o conteúdo do seu site, e não manter os estilos de formatação que foram usados, não vai ser de muita ajuda quando se trata de migrar a aparência do site.

Porém se o seu site HTML atual tem um projeto de layout simples, usar o modificar um tema WordPress também simples como Twenty Twelve vão atender às suas necessidades, e você  pode achar uma tarefa enriquecedora em termos de experiência e até pode achar divertido.

Tenha em mente que assim como no caso do conteúdo, a migração para o WordPress também é a oportunidade perfeita para atualizar o layout do seu site, onde você com certeza encontrará um que lhe agrade.

Ainda existe outra interessante solução, para o caso de você querer alguma atualização, mas manter o layout mais próximo possível do que era antes e que pode economizar seu tempo, é um serviço como o Instant WordPress Theme Matcher, um site capaz de converter seu site atual em um novo template para WordPress. Mas novamente essa solução também vai depender de o layout do seu site atual se simples.

TESTANDO A MIGRAÇÃO

 Quando o processo de migração for concluído, é o momento de fazer alguns testes para garantir que tudo correu conforme o planejado.

Verifique se há Links Quebrados em seu site. Em sites menores, basta simplesmente visitar cada página e verificar se eles estão exibindo seu conteúdo como pretendido, com todas as funcionalidades em boas condições de funcionamento. Para sites maiores, use o como o plugin Broken Link Checker é uma boa opção. Ou ainda ferramentas como o Link Checker da W3C.

Verifique se o conteúdo está corretamente dividido e organizado em categorias e tags. Veja se imagens carregando corretamente, e ainda estão redimensionadas para ficarem de acordo com seu novo layout.

CONCLUSÃO

Como já vimos você pode migra seu site para WordPress de diversas plataformas existentes, o artigo no wordpress.org sobre importação de conteúdo  fornece os recursos para a migração de algumas das plataformas mais populares.

Existem muitas outras ferramentas de migração do WordPress que podem ajudar você a começar o trabalho feito tão facilmente e rapidamente possível. Basta fazer seus testes e verificar qual se adéqua às necessidades de seus projetos.

Dannybia

4 comentários em “Migrar seu Site HTML para WordPress

Deixe uma resposta para Google Analytics Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *