Quanto Custa Anunciar do Google Ads

03/03/2021

Quanto Custa Anunciar do Google Ads

Orçamento do Google Ads: Como Calcular?

Calcular da maneira correta é fundamental para obter o melhor retorno.

Se você não é muito bom com cálculos, não precisa se preocupar. Para trabalhar com os cálculos, você terá apenas que se lembrar da maneira que os fazia na quarta série.

Para saber o quanto você pode investir, e continuar confortável financeiramente, é só fazer o processo de trás para frente.

Vamos supor que seu trabalho se baseie na venda de óleos essenciais doTerra. Você precisa se preocupar com dois pontos: o lucro adquirido pelas vendas e a taxa de conversão.

Se os Óleos Essenciais somam R$180 a cada 10 unidades vendidas, e você fica com R$100 dessas vendas, seu lucro é de R$80.

A taxa de conversão é calculada em cima do número de pedidos que são feitos a partir do seu site ou anúncios em outros locais.

Vou exemplificar: se a cada 1000 visualizações da sua campanha, 10 pessoas compram seu produto, então sua taxa de conversão é de 1%.

Por se tratar de uma publicidade paga, o Google vai ficar com uma parcela dessa receita.

Aí vem a sua decisão: Quanto você está disposto a repassar para o Google? Quanto custa para anunciar no Google?

Se você decide que R$70 por venda é o suficiente para você, a comissão que irá pagar ao Google é de 30% para cada conversão feita através dos anúncios publicados pelo Google Ads.

Levar em consideração todos esses elementos vai te fazer chegar ao CPC máximo (lembrando: CPC é o custo por clique).

CPC máximo = lucro x comissão paga ao Google x taxa de conversão.

Neste exemplo que eu dei para você, seria R$80 x 0.3 x 1% = R$0,24.

E a que conclusão chegamos com isso?

Você pode gastar R$0,24 por clique no Google Ads e ainda vai lucrar R$70 (desde que a taxa de conversão definida por você não mude).

Deu para entender tudo até aqui, certo?

Agora você já pode definir o custo por clique (CPC) máximo para o seu orçamento diário.

Um erro que acontece sempre é o de achar que é necessário um elevado número de cliques para avaliar qualquer fator.

Isso não é a realidade. Basta apenas alguns cliques para começar.

É claro que quanto mais dados você tiver, maior a precisão dos resultados. Mas essa quantidade de dados vai ser acumulada com o tempo.

Não se preocupe com quantos cliques você vai ter no início. Podem ser 20, isso não tem problema algum.

Com o investimento máximo que colocamos aqui, isso custaria R$6,00 por dia. Supondo que a campanha dure 10 dias, você só gastaria R$60,00. E isso é ótimo!

Você conseguiu compreender o cálculo? Achou ele fácil?

Mas vamos exemplificar também assim:

Quero gastar 300,00 por mês com o Google durante os 30 dias corridos e 24 horas/dia (essa conta posse ser refeita pela quantidade de dias e horas que quer  trabalhar a Campanha Google Ads), pois bem, então façamos a simples conta desta forma:-

300 : 30 = 10 =>>

10 : 24 = R$ 0,42 por hora

Aqui entre a estratégia de moldar horários e dias e você pode melhorar os seus resultados com estratégias de lances, melhorar Índices de Qalidade, etc…

Com o passar dos dias, você pode gerir lances para auxiliar no monitoramento de suas campanhas.

Vou dar um exemplo:

Você pode usar o Manual CPC (custo por clique manual) para ter o máximo de precisão no monitoramento da campanha.

Basicamente, cada Grupo de Anúncios ou cada palavra-chave teria o mesmo lance. Exceto se você alterar a configuração manualmente.

Você está começando agora? O valor para os investimentos é limitado? Através da configuração manual CPC você vai ter controle para evitar sustos com aumentos não previstos, por exemplo.

Agora, se você preferir uma estratégia de lances, para não ter que acompanhar a campanha tão assiduamente, a melhor opção é o Automatic CPC.

Nessa modalidade, os lances podem subir ou cair automaticamente, e os fatores levados em consideração para essas mudanças são diversos.

Se você quer que um maior número de pessoas sejam impactadas pelo seu anúncio, mas perceber que as impressões começaram a diminuir, você pode aumentar um pouco os lances.

Essa atitude vai garantir que seus anúncios continuem sendo visualizados.

Imagino que você já esteja pensando nas desvantagens. Mas também vou falar a respeito disso.

Você não vai poder determinar um valor máximo para as diferentes palavras-chave utilizadas, diferentemente dos lances Manual CPC.

Essa característica vai fazer com que você não tenha um controle preciso sobre o seu orçamento.

Enhanced CPC (custo por clique melhorado) leva em consideração os dados do histórico do Google.

Isso possibilita que você preveja quando e onde será preciso alterar os lances, visando melhores resultados.

Vamos imaginar que a campanha é promissora. Isso vai fazer com que os lances aumentem, automaticamente, para obter mais resultados (por um custo menor).

Usando essa mesma lógica, o AdWords vai reduzir os lances (se assim for necessário), visando diminuir desperdícios.

Essa redução poderá acontecer se sua campanha começar a dar sinais de um desempenho decrescente.

Como eu já repeti isso aqui algumas vezes, você já entendeu que CPC é o custo por clique.

Existe uma variação dessa opção, chamada CPA Bidding (Lances de CPA), onde você vai pagar o Custo por Ação (também conhecida por conversões).

Explicando de forma mais simples, o Google vai ajustar os lances para permitir que você tenha um CPA melhor. Mesmo que para isso seja necessário aumentar os lances.

Já no caso do CPM Bidding (CPM significa custo por mil, ou seja, o valor que será pago a cada mil impressões), ou Lances de CPM, apenas é possível na Rede de Display e campanhas de remarketing.

Como você já deve ter imaginado, nesse caso será necessário pagar um determinado valor, em centavos ou reais, a cada mil impressões.

Nesse caso do CPM, você vai pagar pelas visualizações, e não pelas conversões. No caso de você optar por essa estratégia, as suas metas e objetivos devem ser diferentes.

E qual seria a melhor aplicação da opção?

Certamente não seria para encorpar a lista de leads e nem para um melhor número de conversões.

O CPM deve ser utilizado para melhorar o reconhecimento dos usuários em relação à sua marca, em uma campanha diferente das que visam captar ou converter essa atenção.

Estas são as estratégias mais utilizadas pelas empresas, mas isso não significa que elas não possam ser melhoradas.

bld modifiers (modificadores de lance) pode otimizar sua campanha.

Os três modificadores mais comuns são a localização geográfica, o dispositivo utilizado pelo usuário e o dayparting.

Localização geográfica é exatamente isso que o termo expressa. Você pode configurar sua campanha para que a localização de quem está pesquisando seja levada em consideração.

Os lances podem aumentar ou diminuir dependendo da distância do usuário.

É possível que pessoas que fazem pesquisas em São Paulo façam você gastar mais. Ou conversões no Rio de Janeiro tendem a ser mais caras (segundo o custo por leads).

Esse modificador vai permitir que você equilibre os gastos, para que não tenha que pagar mais em uma área (Rio de Janeiro), sem que para isso deixe de ganhar dinheiro em outra (São Paulo).

Essa mesma ideia pode ser trabalhada nos dispositivos.

Hoje, no Brasil, 59% das pessoas estão acessando a rede mundial através de um smartphone. Naturalmente, o número de pessoas que realizam pesquisam a partir deles também é grande.

Claro que isso não significa que exista um número maior de conversões acontecendo através dos smartphones.

Historicamente, as conversões acontecem mais a partir de computadores do que pelos smartphones.

E o que podemos absorver dessa informação?

Talvez seja mesmo uma ótima ideia você investir em campanhas mobile para impactar um número maior de pessoas, aumentando o reconhecimento e a visibilidade da sua marca.

Mas o meu conselho é o de que você mantenha o foco nas pessoas que voltam a visitar seu site.

Os modificadores de lance vão auxiliar a controlar o tamanho do investimento alocado para cada dispositivo. Também vão mostrar o quanto você deve reduzir desse investimento.

E finalmente, mas não menos importante, a técnica dayparting.

Essa é uma técnica bastante popular, e nada mais é do que a possibilidade de você decidir os dias da semana e horários que quer que seus anúncios sejam visualizados.

Imagine que você quer que as leads liguem no seu escritório para conversar sobre seu produto.

Essa técnica vai permitir que sua campanha seja mais massiva no horário comercial, que é o horário que seu escritório estará em funcionamento.

Para outros horários, e até finais de semana, você pode configurar para que o lance seja reduzido. Economize seu dinheiro enquanto seus concorrentes desperdiçam os deles, mantendo lances de mesmo valor independente do horário.

Essas técnicas podem refinar sua estratégia, permitindo uma campanha alinhada à sua marca.

Aconselho que as utilize quando já tiver um pouco mais de experiência, um nível mais elevado de conhecimento quanto ao comportamento do seu público.

Por agora, vamos continuar o caminho para a configuração da sua campanha no Google Ads.

Já sabe qual o tamanho do investimento que será feito na sua campanha? Tem uma ideia do quanto vai poder gastar com ela? Muito bom.

Vamos entender, agora, como investir em palavras-chave lucrativas sem sair do orçamento estabelecido.

Esperei com paciência pelo Senhor, e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor. Também me tirou duma cova de destruição, dum charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos. Pôs na minha boca um cântico novo, um hino ao nosso Deus; muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor.

Salmos 40:1-3

Deixe um comentário