Categoria: Tecnologia e Computação

05/05/2021

Delete – Poesia

O homem preso pelo pecado,
E como se estivesse numa corrente;
Ele vai à luta, tenta carregar o fardo
Como um soldado valente!

Vê a vida na tela do computador
Sabe, ou já ouviu falar de Cristo, o Mediador,
O Pai é Justiça, a Ele demos louvor
Pois é também… Sabedoria e Amor;

“Logos” na mente, pés no chão,
“Computa-a-dor” mas continua na estrada,
Alma salva em Cristo, vive a razão,
Sabe da Cidade Celestial a ele reservada.

Com o peito cheio de emoção,
Com a mão desliza velozmente o “mouse”,
Abrindo uma janela do “word”,
“Delete”, um toque apenas, nem sente,
E a máquina apaga o coração.

E eu, irmãos não vos pude falar como a espírituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo.

I Coríntios 3:1
27/04/2021

Saiba Como Resolver Problema de Mouse

Clique Duplo ao Clicar uma Vez?

Saiba resolver mouse com clique duplo mesmo clicando uma vez só

Saiba resolver mouse com clique duplo mesmo clicando uma vez só

Um dos erros mais comuns em termos de mouse é clicar uma vez e o computador entender como duplo clique. Apesar de bastante irritante, a falha é simples de ser resolvida.

Normalmente o erro está no software e uma simples mudança de configuração ou atualização do driver do mouse resolve.

Em todo caso, vou explicar um passo a passo como solucionar o problema em todas as situações.

Confira as dicas a seguir e evite gastar dinheiro comprando um mouse novo sem necessidade.

Atualizar Driver

Um dos motivos para o problema do duplo clique acontecer é o driver do mouse estar corrompido. Você pode corrigir atualizando-o. Para isso, primeiro entre em Painel de Controle > Hardware e sons > Dispositivos e Impressoras. Clique com o botão direito sobre o mouse e selecione ‘Propriedades‘;

Acesso às propriedades do mouse por Painel de Controle

Acesso às Propriedades do Mouse por Painel de Controle

Na janela que será aberta, entre na aba ‘Hardware‘ e pressione o botão ‘Propriedades‘. Será aberta uma nova janela; nesta, toque na guia ‘Driver‘ e pressione o botão ‘Atualizar driver…‘. Se o botão estiver desabilitado, basta entrar na aba ‘Geral‘ e pressionar ‘Alterar Configurações‘ para habilitá-la;

Entre na Aba Alterar Configurações do Mouse

Entre na Aba Alterar Configurações do Mouse

Alterar Configurações do Mouse

Também é comum que o inconveniente aconteça por uma alteração nas configurações do mouse, que pode ser ocasionada por usuários ou por outros programas. Para reconfigurar novamente, acesse novamente Painel de Controle > Hardware e sons > Dispositivos e Impressoras. Desta desta vez, porém, selecione ‘Configurações do mouse‘ ao clicar com o botão direito sobre o periférico;

Na aba ‘Botões‘, vá até ‘Velocidade de clique duplo‘ e coloque o nivelador mais próximo do rápido. Isso porque, quanto mais lento ele estiver, mais facilmente o sistema identificará dois cliques únicos como um duplo clique;

Configurações - Destaque para Velocidade de Clique Duplo

Configurações – Destaque para Velocidade de Clique Duplo

Alterar Configurações da Área de Trabalho

Os temas do Windows muitas vezes alteram a maneira como o mouse se comporta. É possível que uma configuração que imite o estilo navegador esteja ativa, fazendo com que o clique único abra programas, como se fossem links.
Para mudar isso:
Windows 7 ou anterior, vá em Painel de Controle > Aparência e Personalização e clique em ‘Opções de Pasta‘;
Windows 8 e 10, vá em Painel de Controle > Aparência e Personalização e clique em ‘Opções de Explorador do Windows‘;

Mantenha-se na guia ‘Geral‘ e selecione ‘Clicar duas vezes para abrir um item (um clique para selecionar)‘. Confirme o procedimento em ‘OK‘ e verifique se o problema foi corrigido;

Janela 'Opções de pasta ou Opções de Explorador do Windows' do Windows

Janela ‘Opções de pasta ou Opções de Explorador do Windows’ do Windows

Teste no Modo de Segurança

Se nada disso resolveu, teste o mouse no Modo de Segurança do Windows. Basta reiniciar o computador mantendo a tecla F8 pressionada (DEL Windows 10). Quando a tela ‘Reparar o seu computador’ aparecer’, mova a seta até ‘Modo de segurança‘ e pressione ‘ENTER‘.

Tela de Entrada no Modo de Segurança do Windows

Tela de Entrada no Modo de Segurança do Windows

Com o sistema já no Modo de Segurança, verifique se o erro do duplo clique persiste. Caso a resposta seja afirmativa, é bastante provável que o problema seja físico.
Plugue o mouse em outra porta USB, se for o caso, ou teste-o em outro computador.

Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento levanta um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará; pois aquele dia a demonstrará, porque será revelada no fogo, e o fogo provará qual seja a obra de cada um..

I Coríntios 3:11-13
01/04/2021

Facebook Nova Forma de Ganhar Dinheiro

Facebook Libera Anúncios em Vídeos

Entenda o que são Ad Breaks e como ganhar dinheiro com vídeos no Facebook

Facebook inaugurou um novo formato de publicidade para monetização de vídeos, chamado de Ad Break. A novidade chegou ao Brasil nesta quarta-feira (13) e consiste em propagandas curtas em vídeos que tenham pelo menos três minutos de duração. A ferramenta permite que criadores de conteúdo e publishers (empresas de mídia) ganhem dinheiro com anúncios em seus próprios vídeos postados na rede social e concorre diretamente com as propagandas do YouTube, que é a forma como os Youtubers lucram na Internet hoje em dia.

A nova modalidade de monetização oferece três formatos de anúncios: publicidade em vídeo antes ou durante o conteúdo, ou como banner logo abaixo do post. Os produtores podem escolher o momento do intervalo comercial, ou permitir configuração automática da publicidade. Os produtores recebem 55% da receita do anúncio por visualização do Ad Break. Alguns dos pré-requisitos para usar a ferramenta são ter uma página com mais de 10 mil seguidores e estar de acordo com os Padrões de Qualificação para Monetização do Facebook.

Como Facebook ganha dinheiro? Perguntas e respostas sobre a rede social.

Como funciona o Ad Break

Os Ad Breaks têm três formatos diferentes: anúncios exibidos durante o vídeo, propagandas antes do início ou banner abaixo do player. Os usuários conseguirão assistir ao vídeo apenas após visualizarem o anúncio por completo. Os produtores podem escolher em que momento do vídeo serão inseridos até dez anúncios por post, ou deixar que o Facebook selecione de forma automática os intervalos das propagandas. Os criadores têm a opção de desativar os intervalos comerciais em qualquer um de seus vídeos.

Os criadores também têm autonomia para escolher as marcas presentes nos anúncios, ou seja, eles podem criar listas de bloqueio para determinados anunciantes ou categorias de publicidade. Os produtores também podem enviar seu conteúdo para análise antecipada da rede social, o que pode facilitar a monetização do vídeo logo após a postagem.

Para adicionar o Ad Break, a página precisa ter mais de 10 mil seguidores no Facebook; ter reunido nos últimos dois meses 30 mil visualizações de pelo menos um minuto em vídeos de três minutos; e respeitar as regras presentes nos Padrões de Qualificação para Monetização da rede social.

Entre o conjunto de normas está não divulgar informação incorreta ou notícia falsa. Então produtores que compartilham conteúdo sensacionalista (clickbait ou “caça-clique”) não podem usar os Ad Breaks para a monetização. É possível verificar se a sua página se encaixa nos pré-requisitos em facebook.com/business/m/join-ad-breaks.

Os criadores também têm autonomia para escolher as marcas presentes nos anúncios, ou seja, eles podem criar listas de bloqueio para determinados anunciantes ou categorias de publicidade. Os produtores também podem enviar seu conteúdo para análise antecipada da rede social, o que pode facilitar a monetização do vídeo logo após a postagem.

Para adicionar o Ad Break, a página precisa ter mais de 10 mil seguidores no Facebook; ter reunido nos últimos dois meses 30 mil visualizações de pelo menos um minuto em vídeos de três minutos; e respeitar as regras presentes nos Padrões de Qualificação para Monetização da rede social.

Entre o conjunto de normas está não divulgar informação incorreta ou notícia falsa. Então produtores que compartilham conteúdo sensacionalista (clickbait ou “caça-clique”) não podem usar os Ad Breaks para a monetização. É possível verificar se a sua página se encaixa nos pré-requisitos em https://www.facebook.com/creators/tools/in-stream-ads.

Outras formas de monetização

No começo de 2018, o Facebook começou a testar diversas formas de monetização para criadores de conteúdo. O formato permite que o público contribua todo mês com uma quantia, como se fosse uma assinatura paga para o dono do vídeo. Entre os benefícios, por exemplo, está o acesso a conteúdos exclusivos. Além disso, a rede social criou uma nova ferramenta capaz de aproximar os produtores e marcas para facilitar acordos de parcerias de conteúdo patrocinado.

Outro recurso lançado pelo Facebook em 2018 foi a plataforma Level Up. Ela permite que os criadores de conteúdo ganhem dinheiro com transmissões ao vivo de jogos no Brasil. O formato de monetização funciona da seguinte forma: os usuários enviam a quantidade de estrelas que deseja via chat no streaming e a rede social paga ao produtor US$ 0,01 (cerca de R$ 0,04) por cada estrela recebida.

Segundo a Diretora de Monetização de Media do Facebook Kate Orseth, o lançamento do Facebook Watch (feed exclusivo de vídeos) no Brasil em agosto também foi um investimento na monetização de conteúdo audiovisual na rede social: “Nosso objetivo era fazer do Watch um lugar onde todos os criadores e publishers pudessem encontrar uma audiência e ganhar dinheiro pelo seu trabalho. Nos últimos meses, estivemos focados em disponibilizar os Ad Breaks ao redor do mundo e estamos agora entusiasmados em anunciar que, a partir de hoje, os Ad Breaks estão disponíveis no país”.

Louvai ao Senhor! Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder! Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza!

Salmos 150:1-2
31/03/2021

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Quer aprender como criar uma conta no Google ads e como conseguir um cupom de desconto do Google Ads de R$ 100,00 para fazer os primeiros anúncios e sentir aquele gostinho de primeiras vendas caso você seja o próprio empreendedor, mas se for utilizar para um amigo ou até para um cliente, será ótimo, assim… tenho certeza que esse artigo irá te ajudar muito.

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Como Conseguir Cupom de Desconto e Como Criar uma Conta no Google Ads

Muitas pessoas comentam sobre a dificuldade em achar um Cupom de Desconto do Google Ads, seja pesquisando por vídeos, páginas ou postagens como esta. Mas estes problemas acabaram porque agora vou mostrar na prática como conseguir encontrar e também vou explicar como funcionam os cupons Google, bem como quais são as regras para você conseguir receber esse crédito do Google em sua campanha.

Então Qual o Primeiro Passo?

O primeiro passo para conseguir uma conta no Google Ads e conseguir o seu cupom de desconto, é ter primeiro um Gmail (o e-mail do Google). Caso você não tenha, pode criar uma conta clicando aqui, é rápido. Quem já tem, mas esta conta precisa ter menos de 15 dias de criada, assim, pode seguir ao próximo passo.

Pegando o Cupom de Desconto Google Ads

O próximo passo é pegar o cupom de desconto Google Ads. Você pode fazer isso buscando por ele na barra de pesquisa do Google ou clicando aqui para ser direcionado. Caso não abra direto, você pode clicar no link abaixo ou copiar e colar no seu navegador.

https://ads.google.com/intl/pt-BR_br/getstarted/

Ele abrirá uma aba com tela do Google Ads para você, tal como esta a figura abaixo:

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Role para baixo e insira o Gmail que você já tinha (com menos de 15 dias de criado) ou que criou agora. Será nele que irá receber o seu código do cupom.

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Depois que você colocar seu e-mail, basta clicar em “não sou um robô” e depois em “receber cupom”. Ele pode pedir para que clique em algumas imagens, por questão de segurança.

Pronto, irá aparecer uma outra tela, com um botão em azul escrito “comece agora”, como na figura abaixo, clique nele.

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Ele carregará uma nova página para iniciar seu anúncio. Mas caso não queira criar sua conta Google Ads nesse momento. Então acesso seu e-mail, cheque se o Cupom já chegou, salve-o. e quando quiser criar sua conta Google Ads e configurar, basta retomar do item anterior.

Como Criar uma Conta no Google Ads?

Informação: Ao clicar e ser redirecionado, se você está criando sua conta e ela é nova no Google Ads, verá um layout diferente, ou seja para iniciantes, mas existem algumas opções, e uma delas mais abaixo é “alternar para o modo especialista”. que é o modo bem melhor mais completo para criação de uma Campanha Google Ads.

Depois disso, carregará uma página com novas opções, pedindo que você crie uma campanha, porém, não iremos criar a campanha agora, iremos apenas ver como criar uma conta cimples no Google Ads.

Voltando a tela das opções, você irá escolher uma opção em azul na parte debaixo da tela de “criar uma conta sem campanha”. As informações de país altere para Brasil, telefone e outros você pode deixar como está e clicar em “enviar”.

Parabéns, está tudo pronto e você conseguir seguir os passos de como criar uma conta no Google Ads e agora, sua conta já está criada.

Como Instalar o Cupom de Desconto Google Ads?

Com sua conta já criada, vou te ensinar agora como instalar o Cupom de Desconto Google Ads. O primeiro passo é conferir se o código do desconto já chegou em seu Gmail. Abra o e-mail recebido (aquele que você salvou) e abaixo da frase “Receba R$ 100,00 em crédito da Google Ads”, onde terá um código ( parecido com este 6ULR7LXUKWAGHT ) e o copie.

Google Ads: Como Conseguir o Cupom de Desconto R$ 100,00

Voltando a sua conta do Google Ads, siga estes passos:

  • Clique em “ferramentas e configurações”;
  • Depois em “promoções”;
  • Em seguida carregará uma tela solicitando seus dados pessoas, você deve fazer esse preenchimento completo;
  • Nas formas de pagamento selecione e coloque os dados do seu cartão ou escolha a opção de boleto bancário.  [importante lembrar que se optar por pagamentos manuais (boleto bancário), ao acabar o crédito e você não recarregar, o Google pausará sua(s) campanha(s)]
  • Selecione o valor que quer comprar de anúncios;
  • Depois de preenchidas todas as informações, clique para aceitar os “termos e condições”;
  • Por fim, clique em continuar;
  • Abrirá uma tela de faturamento e pagamentos, no canto inferior esquerdo haverá um botão de “promoções”, clique nele;
  • Nessa tela que abrirá será onde você irá colar o código Google Ads que recebeu por e-mail;
  • Pronto, o seu cupom já está aplicado!

Regras Para o Uso do Cupom de Desconto Google Ads

Na próxima página, haverá uma mensagem explicando: “Ganhe R$ 100,00 pelo que você gastar no Google Ads durante 31 dias”.

Ou seja, vai funcionar da seguinte forma:- primeiro você precisa gastar R$ 100,00, depois desse valor gasto e passado o período de 31 dias, o Google te dará seu crédito.

Na página em que está, há uma barra que conforme você for gastando em seus anúncios, ela irá preenchendo aos poucos e quando ela encher totalmente é que você vai receber o crédito dos R$ 100,00 que conseguiu.

E agora que você já está com a sua conta criada e com o cupom de desconto de R$ 100,00 do Google Ads instalado ali na sua conta, basta prosseguir com a criação da campanha normalmente.

O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei.

Salmos 28:7
30/03/2021

Criando Texto Âncora no WordPress

O que é âncora em HTML?

HTML usa a tag <a> (âncora) para criar um vínculo (link) com outro documento. … A tag <a> é usada para criar uma âncora de onde vincular, o atributo href é usado para onde endereçar o documento, e as palavras entre as tags de abertura e fechamento da âncora serão exibidas como um hipervínculo.

O que é o texto âncora?

Texto âncora é um conteúdo clicável que redireciona o leitor para outra página. São as letras em geral azuis e sublinhadas que aparecem quando você insere um link em alguma palavra ou frase. Ele é importante para os mecanismos de busca, pois indica um conteúdo relevante sobre determinado assunto.

Criando link Âncora no WordPress

Para que servem estes links (Âncoras)?

Eles mostram mais rapidamente a parte do texto para os usuários. Digamos que você tenha postagens enormes no seu site e os usuários de hoje em dia tem muita pressa, eles vão clicar no tópico e pular diretamente para a parte que lhe interessa.

Porém isso tem um detalhe: os usuários podem ficar menos tempo no seu site. Por outro lado ele pode gostar do que viu, porque ele encontrou com rapidez o que pesquisava. Dessa forma ele pode voltar no futuro.

E quanto ao impacto de SEO? Não tenho dados suficientes que apontem um grande impacto positivo na indexação de páginas com texto âncora no WordPress. Mas com certeza, não há impacto negativo, desde que você o faça com responsabilidade e relevância.

Neste Post vou ensinar e mostrar como você pode criar link de texto âncora no WordPress.

Eles ajudam na identificações de cabeçalhos, ou de parte do conteúdo, dentro da postagem. Talvez você já tenha visto algumas pessoas chamando estes links de tags de âncora no WordPress. É exatamente disso que eu estou falando!

Se você tem seções diferentes em um post, ou uma página longa e deseja que o visitante clique em um link – digamos – de uma palavra que queira dar explicações ou comentar a respeito, ou em um índice que você criou para ir para uma seção diferente desse post, então você vai querer usar um link de âncora.

Criar links de ancoragem no WordPress não é tão fácil como soletrar a palavra casa. Para isso basta seguir os passos abaixo e você poderá facilmente criar links de ancoragem sem habilidades de codificação. É tudo muito bem simples.

Criar link de texto âncora manualmente

Provavelmente, você já sabe como criar um link externo, ou links internos na postagem. A primeira parte deste procedimento é idêntica, mas vamos ao passo a passo.

1 – Selecione o texto que você quer adicionar o link de âncora. No caso aqui deste exemplo, selecionei a palavra boulevard.
2 – Quando abrir a caixa de link, dê um nome seguido de #, como mostra a imagem a seguir.

3 – Neste exemplo usamos o #boulevard, mas você deve inserir um nome semelhante (boulevard) à parte do conteúdo, ou do cabeçalho da parte do seu post. Mas, cuidado, o texto deve ser exatamente idêntico, caso contrário, não funcionará.
4 – Em seguida clique no botão Aplicar.

Veja aqui onde fiz este teste: Don’t Stop Believin’ – Journey

Agora vamos adicionar a identificação da âncora:

1 – Vá para a guia Texto, no canto superior direito do Editor (veja imagem).
2 – Localize a parte do post, para onde o usuário deve ir ao clicar no seu link âncora.
3 – Cole um dos seguintes código:s <a id="boubelard"></a> ou <a name="boubelard"></a>, e, volte para o modo visual.
4 – Para ver se está funcionando, clique no botão Visualizar Alterações.

Repita esta etapa para criar quantos links de âncora você quiser dentro do post.

Criar link de texto âncora no WordPress com plugin

Mostrei acima a opção manual, mas se você não pretende gastar o seu tempo com código HTML toda vez, que criar um post, então instale plugins para fazer o trabalho. Existem alguns plugins gratuitos e incríveis no WordPress que você pode utilizar para facilmente adicionar links de âncora e até mesmo um índice para cada post. É auto intuitivo.

Criar links de âncora para outra página de conteúdo

Você também pode criar links de âncora nomeados entre as páginas. Como você pode ver no exemplo acima, em vez de ir para uma seção diferente neste post, navega direto para uma nova URL. Em seguida, pulamos para essa seção.

Para fazer isso apenas ao criar o link, insira a URL para a página que você deseja navegar para seguir o hash id. Pegando o exemplo acima tem esse código como o link:

/criando-link-ancora-no-wordpress/#boulevard

Agora você já sabe como inserir links de âncora e também para que serve. Espero ter ajudado.

Diz o néscio no seu coração: Não há Deus. Corromperam-se e cometeram abominável iniqüidade; não há quem faça o bem. Deus olha lá dos céus para os filhos dos homens, para ver se há algum que tenha entendimento, que busque a Deus. Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um. Acaso não têm conhecimento os que praticam a iniqüidade, os quais comem o meu povo como se comessem pão, e não invocam a Deus?

Salmos 53:1-4
29/03/2021

WordPress SEO: Otimizando Títulos e Meta Tags

Wordpress SEO: Otimizando Títulos e Meta Tags

Nossa série de artigos sobre WordPress SEO está ficando cada vez mais extensa e cheia de conteúdo. Já falamos sobre:

Abordaremos agora um assunto bem procurado pela grande maioria dos interessados em SEO para Blogs, que é a otimização de títulos e meta tags.

Como vocês já devem saber sobre a importância das meta tags e como otimizar usando a title tag, mas vou complementar as ideias dizendo que otimizar o título do seu artigo, juntamente com a criação de uma boa meta description já atinge uns 35% de sucesso nos mecanismos de busca.

A pergunta é por que?

Pelo simples fato de a grande maioria dos escritores de conteúdo no Brasil não se importarem com o uso de palavras-chave no seu título e meta description, sendo assim, ao inserir um título e description com as palavras-chave relacionadas ao seu artigo, os mecanismos de busca praticamente inserem você na primeira página de resultados para a palavra-chave principal do artigo.

O WordPress não possui por padrão um modo de editar o título do seu artigo focando o SEO e não possui um modo de inserir a meta description a cada artigo, então a solução é usar um dos plugins mais baixados no site de plugins do WordPress: o All in One SEO Pack.

Por ser um plugin essencial para os blogs em WordPress e possuir muitas funções, vou dividir este artigo em dois, esta primeira parte explica a necessidade da otimização dos títulos e meta descriptions do seu blog. No segundo artigo, vou explicar passo-a-passo como utilizar o All In One SEO Pack.

Instalando o All in One SEO Pack

1) Dirija-se à página do plugin All In One SEO e faça o download.

2) Descompacte o arquivo e coloque a pasta em wp-content/plugins/.

3) Acesso o painel de administração do seu blog WordPress e dentro dele, no canto superior direito vá em “Plugins”.

4) Ative o plugin All in One SEO Pack, clicando na palavra “Ativar”.

Configurando…

Basicamente o que fiz até o momento foi ativar o plugin, mas se você é curioso, e, acredito que seja, então acesse o painel de “Settings [Ferramentas]” e abra a aba do All In One SEO Pack. Lá você verá todas as opções, é auto intuitivo.

Existe ainda uma nova opção em cada vez que você for criar ou editar um novo artigo ou página. O novo campo do All In One SEO Pack disponibiliza um modo de inserir um título, meta description e meta keywords. Mas não fique preocupado pois, verá que é bem simples turbinar o SEO do seu blog e conseguir mais visitas.

Veja também:
Criando o Google Sitemap
Redirect 301: Aprenda como fazer
Explicando: follow, noreferrer e noopener
Escolha Boas Fontes para WordPress

Diz o néscio no seu coração: Não há Deus. Corromperam-se e cometeram abominável iniqüidade; não há quem faça o bem. Deus olha lá dos céus para os filhos dos homens, para ver se há algum que tenha entendimento, que busque a Deus. Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um. Acaso não têm conhecimento os que praticam a iniqüidade, os quais comem o meu povo como se comessem pão, e não invocam a Deus?

Salmos 53:1-4
29/03/2021

Redirect 301: Aprenda Como Fazer

Os redirecionamentos são usados para encaminhar visitantes do site e mecanismos de pesquisa de uma página para outra quando o conteúdo é movido para um novo local, uma página é excluída de um site ou até quando o nome do domínio é alterado. Eles são essenciais do ponto de vista de SEO e da experiência do usuário, pois nem visitantes nem mecanismos de pesquisa querem encontrar uma página que não existe mais.

Redirect 301: Aprenda Como Fazer

O que são redirecionamentos de urls e por que eles são tão importantes?

Em poucas palavras, redirecionamentos são uma maneira de encaminhar tráfego (ou bots do mecanismo de pesquisa) de uma URL para outra nos casos em que a original não existe mais. Se nenhum redirecionamento foi implementado, qualquer pessoa que chegar a uma página que tenha sido movida ou excluída encontrará um erro.

Por isso, veja tudo que você precisa aprender para redirecionar suas páginas com sucesso e garantir a melhor experiência do usuário!

Neste guia, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre redirects, esclarecer a confusão em torno de algumas das dúvidas mais comuns e determinar qual tipo você precisa usar em diferentes cenários.

O que é o redirect 301?

O redirect 301 é um redirecionamento permanente usado para mostrar ao usuário e os buscadores que a página que ele procura mudou de endereço e se encontra em uma nova URL. O redirect é essencial para a estrutura e SEO de um site.

Uma coisa bem simples e fácil de notar: Algumas lojas quando mudam de endereço, elas colocam uma placa na frente informando aos clientes sobre o novo local onde estão atendendo? O redirect 301 é parecido com isso, só que é usado quando um site ou blog muda de endereço na internet e deseja evitar que seus visitantes fiquem perdidos.

É verdade que normalmente são os profissionais de desenvolvimento web que vão se preocupar com a implementação desses redirecionamentos, mas quem trabalha com Marketing Digital também deve estar atento a eles.

Mas há vários tipos diferentes de redirecionamento ou redirects (é muito comum usar o termo em inglês também), assim como vários momentos em que cada um deve ou não ser usado. O mais comum e famoso deles é o redirect 301, que você já deve ter ouvido falar.

Antes de mais nada, é fundamental que você entenda bem o que é o redirect 301, então vamos nos aprofundar no exemplo que demos acima.

Diferente de uma loja física, que precisaria deixar uma placa indicando o novo endereço, usar o redirect 301 é como deixar alguém de prontidão para levar os clientes até o local certo.

Com esse redirecionamento, qualquer visitante que acessar uma página que você não deseja será imediatamente levado a outro local.

Além do redirect 301, existem vários outros códigos de retorno, que indicam diferentes operações no acesso a uma página web. Eles incluem:

  • 302: O redirect 302 representa um redirecionamento temporário, ao contrário do 301, que é permanente;
  • 404: Conhecido pela maioria dos internautas, o erro 404 indica que a página que a pessoa está buscando não foi encontrada;
  • 500: Esse é o código de erro interno do servidor, e significa que algo no próprio servidor do site impediu o acesso à página em questão.

Por que o redirect 301 é importante para o seu site

O conceito de redirecionar o visitante de uma página a outra é bem simples de entender, mas de modo prático, como isso pode ser de ajuda para o seu site?

Há diferentes cenários em que você provavelmente vai precisar usar um redirect 301, seja para manter a experiência de usuário agradável ou mesmo para evitar problemas que atrapalhariam as conversões.

Veja quando é apropriado usá-lo:

Migrar um site

É provável que o uso mais “radical” do redirect 301 ocorra quando for necessário migrar todo o seu site.

Isso acontece quando a empresa troca o domínio, por exemplo, como foi o caso do Buffer — que antes usava o domínio “bufferapp.com” e agora usa “buffer.com”  —  e do SEOMoz, que passou a ser apenas Moz.

Com o redirecionamento, cada vez que alguém digitar o endereço antigo, será levado para a nova URL.

Redirecionar uma página que não existe mais

Outro caso bastante comum é de páginas que com o passar do tempo deixam de existir, especialmente no caso de promoções e eventos temporários.

Mas, os links para essas páginas não desaparecem, e sempre pode haver alguém tentando acessar um conteúdo que não está mais disponível.

A fim de evitar o famoso erro 404, vale a pena redirecionar os visitantes para algum conteúdo relacionado ao assunto em questão ou para a página inicial.

Impedir a duplicação de conteúdo

Pode parecer estranho, mas para o Google, os endereços http://www.seusite.com.br e http://seusite.com.br não são a mesma coisa!

Assim, um bom uso do redirect 301 é justamente escolher um dos dois como o principal.

Um exemplo disso é esse blog: se você digitar www.dannybia.com vai ser redirecionado para dannybia.com/dannys

Isso evita que os motores de busca considerem o conteúdo como duplicado, o que poderia causar uma punição ou prejudicar o seu SEO de outras formas.

Atualizar uma URL

Em alguns casos, você pode decidir mudar a estrutura das URLs do seu site para torná-las mais amigáveis e descomplicadas.

Mais uma vez, os links para as URLs antigas serão quebrados, a menos que você realize redirecionamentos permanentes.

Nesses casos, é preciso avaliar também quantos links serão redirecionados e se vale a pena fazer isso em todos ou apenas nos mais importantes.

5 erros que você deve evitar na hora de fazer um redirecionamento

Achou que não tinha como errar na hora de fazer seus redirecionamentos? Pois é, acontece que sempre existem erros que podem nos atrapalhar.

Qualquer um desses erros poderia afetar negativamente tanto a força do SEO do seu site quanto a experiência dos usuários.

Então, vamos direto às práticas que você deve evitar:

Abusar do redirect 302

Os números podem ser próximos, e ambos representam redirecionamentos, mas existe um oceano de diferença entre o redirect 301 e o 302.

Enquanto o primeiro é permanente, o outro é apenas temporário e, portanto, indicado apenas quando você precisar redirecionar o endereço por poucas horas ou dias.

Salvos os casos assim — de reparos ou atualizações no site — é melhor usar o redirecionamento 301 para não perder força e autoridade nos mecanismos de busca.

Se esquecer dos links antigos do seu site

Já falamos aqui sobre atualizar URLs, mas vale a pena ressaltar que mesmo os links mais antigos precisam ser lembrados e incluídos nos seus redirecionamentos.

Caso contrário, a experiência do usuário vai ser prejudicada sempre que consumir algum conteúdo mais antigo.

Como a ideia é que o conteúdo seja perene, é de esperar que mesmo as peças produzidas há mais tempo continuem sendo revistas pelos visitantes.

Mover para um novo domínio antes de fazer um redirect 301

Não basta fazer o redirecionamento depois de já ter mudado para o novo domínio. O ideal é fazer isso antes de migrar seu conteúdo, e isso nem é complicado.

Um exemplo negativo é da empresa americana Toys ‘R Us, que seguiu essa má prática e viu seus resultados de SEO sofrerem bastante.

Já que os motores de busca entenderam se tratar de um site novo, a indexação aconteceu do zero.

Deixar de redirecionar a página inicial do site

Também já mencionamos isso, mas vale a pena reforçar: http://www.seusite.com.br e http://seusite.com.br são dois domínios diferentes.

Por isso, não se esqueça de fazer o redirecionamento para apenas um deles. É um passo simples, mas que se não for seguido vai prejudicar bastante o site.

Tentar enganar os mecanismos de busca

Infelizmente, muitos ainda usam redirecionamentos 301 como uma técnica black hat para fazer link building, o que, sem dúvida, é perigoso para o seu site.

Não importa o quanto isso possa parecer atrativo, os algoritmos dos mecanismos de busca estão ficando cada vez mais atentos a esse tipo de truque.

Como fazer o redirect 301

A tarefa de fazer os direcionamentos é técnica, então pode ser melhor deixar isso com o seu desenvolvedor. Afinal, há diferentes maneiras de fazer os redirecionamentos, que dependem de fatores como o servidor no qual o site está hospedado, a linguagem na qual foi programado, etc.

Ainda assim, aqui está um guia simples e rápido de como proceder em cada linguagem.

Como primeiro passo (para todas as linguagens), abra o código-fonte da página de origem, apague todo o seu conteúdo e insira os seguintes comandos listados abaixo. Lembre-se de considerar qual linguagem o seu servidor está trabalhando.

PHP
<?php Header( "HTTP/1.1 301 Moved Permanently" ); Header( "Location: http://www.seu-novo-site.com" ); ?>

ASP
<%@ Language=VBScript %> <% Response.Status="301 Moved Permanently" Response.AddHeader "Location","http://www.seu-novo-site.com/" %>

CGI PERL
$q = new CGI; print $q->redirect("http://www.seu-novo-site.com/");

JSP (Java)
<% response.setStatus(301); response.setHeader( "Location", "http://www.seu-novo-site.com/" ); response.setHeader( "Connection", "close" ); %>

Ruby on Rails
def old_action headers["Status"] = "301 Moved Permanently" redirect_to "http://www.seu-novo-site.com/" end

ColdFusion
<.cfheader statuscode="301″ statustext="Moved permanently"> <.cfheader name="Location" value="http://www.seu-novo-site.com">

ASP .NET
<script runat="server"> private void Page_Load(object sender, System.EventArgs e) { Response.Status = "301 Moved Permanently"; Response.AddHeader("Location","http://www.seu-novo-site.com"); } </script>

Após escolher a opção que mais faz sentido para seu servidor, troque o link http://www.seu-novo-site.com/ pela página de destino. Salve o arquivo e o envie ao seu servidor.

3 ferramentas úteis para fazer um redirect 301 simplificado

Uma boa notícia é que você pode contar com algumas ferramentas de ótima qualidade para garantir que todos os seus redirecionamentos sejam bem-sucedidos. Elas são úteis para, principalmente, quem não endente de programação.

Essas opções são desde plugins que fazem o 301 em si a maneiras de testar se os redirecionamentos foram mesmo realizados. Veja alguns dos recursos que vão tornar sua vida mais fácil:

Google Search Console

O Search Console é uma ótima ferramenta do Google, não apenas para redirecionamentos, mas para analisar de modo geral como os mecanismo de busca veem o seu site.

Uma de suas utilidades é permitir que você veja se seus redirecionamentos estão funcionando: basta acompanhar o número de erros 404.

Se estiver alto demais, suas páginas não foram redirecionadas corretamente.

SEO Redirection

Acredito que você tenha um site ou blog na plataforma WordPress e sabe o quanto os plugins ajudam, principalmente em tarefas mais técnicas, não é verdade?

Por isso, trouxemos um plugin feito só para te ajudar nos redirecionamentos, o SEO Redirection.

Além de redirect 301 e 302, ele permite migrar pastas inteiras e monitorar os erros 404, por exemplo.

Conclusão

Sem dúvida, o redirect 301 é um recurso muito útil para o seu site, à medida que a estrutura dos seus links muda para oferecer uma experiência melhor para os usuários.

Não tenha receio, pode seguir estas dicas e você vai conseguir fazer isso sem problemas.

p align=”justify”>Mas caso ainda tenha dúdidas pode ver no Guia definitivo sobre redirects: tudo sobre redirecionamentos de URLs da SemRush

O Senhor deu-se a conhecer, executou o juízo; enlaçado ficou o ímpio nos seus próprios feitos. Os ímpios irão para o Seol, sim, todas as nações que se esquecem de Deus. Pois o necessitado não será esquecido para sempre, nem a esperança dos pobres será frustrada perpetuamente..

Salmos 9:16-18