Caio Júlio Cesar

31/05/2022

Caio Júlio Cesar [100 a.C. – 44 a.C.]

Caio Júlio César (em latim: Caius ou Gaius Iulius Caesar) nasceu em 13 de julho de 100 a.C. e faleceu em 15 de março de 44 a.C.

Foi um patrício, líder militar e político romano. Desempenhou um papel crítico na transformação da República Romana no Império Romano.

Muito da historiografia das campanhas militares de César foi escrita por ele próprio ou por fontes contemporâneas dele, a maioria, cartas e discursos de Cícero e manuscritos de Salústio. Sua biografia foi posteriormente melhor escrita pelos historiadores Suetônio e Plutarco. César é considerado por muitos acadêmicos como um dos maiores comandantes militares da história.

Nascido em uma família patrícia de pequena influência, César foi galgando seu lugar na vida pública romana. Em 60 a.C., ele e os políticos Crasso e Pompeu formaram uma aliança (o Primeiro Triunvirato) que acabou dominando a política romana por anos. Suas tentativas de manter-se no poder através de táticas populistas enfrentavam resistência das classes aristocráticas conservadoras do senado romano, liderados por homens como Catão e Cícero. César conquistou boa reputação militar e dinheiro durante as Guerras Gálicas (58 a.C. a 50 a.C.), expandindo os domínios romanos para o norte até o Canal da Mancha, anexando a Gália (atual França), e no leste até o Reno (dentro da atual Alemanha). Ele também se tornou o primeiro general romano a lançar uma incursão militar na Britânia.

Suas conquistas lhe deram enorme poderio militar e respeito, que acabou ameaçando a posição do seu companheiro político, e agora rival, Pompeu Magno. Este último havia mudado de lado, após a morte de Crasso em 53 a.C., e agora apoiava a ala conservadora do senado. Com a guerra na Gália encerrada, os senadores em Roma exigiram que César dispensasse seu exército e retornasse à capital. Recusou-se a obedecer e em 49 a.C. cruzou o rio Rubicão com suas legiões, entrando armado na Itália (em violação da lei romana que impedia um general de marchar em Roma). Isso precipitou uma violenta guerra civil, que terminou com uma vitória de César, com ele assumindo poder total na República.

Em 49 a.C., César assumiu o comando em Roma como um ditador absoluto. Ele iniciou então uma série de reformas sociais e políticas, incluindo a criação do calendário juliano. Continuou a centralizar o poder e a burocracia da República pelos anos seguintes, dando a si mesmo grande autoridade. Porém a ferida da guerra civil ainda estava aberta e a oposição política em Roma começou a conspirar para derrubá-lo do poder.

As conspirações culminaram nos Idos de Março em 44 a.C. com o assassinato de César por um grupo de senadores aristocratas liderados por Marco Júnio Bruto. Sua morte precipitaria uma nova guerra civil pelos espólios do poder e assim o governo constitucional republicano nunca foi totalmente restaurado. O seu sobrinho-neto, Caio Otaviano, foi feito seu herdeiro em testamento.

Em 27 a.C., o jovem passaria para a história como Augusto, o primeiro imperador romano, adotando o título de César e reivindicando para si o seu legado político.

★ Curso VIVER DE YOUTUBE: https://go.hotmart.com/Y53917967R

21 Frases de Caio Júlio Cesar

Amar é buscar todo dia aperfeiçoa-se a pessoa amada.

Pensamento negativo, gera diálogo interno destrutivo.

Vim, vi e venci. – (Veni, vidi, vici)

Dividir para conquistar.

Não há frio tão intenso e congelante quanto o da indiferença.

Você cumpre princípios e Deus cumpre promessas!

Não julgue alguém pela aparência no primeiro encontro, pois não percebemos as qualidades da alma logo de cara.

A sorte está lançada. – (Alea jacta est.)

Os soldados mais fortes não são descobertos em tempos de paz e sim resistindo em meio suas guerras…

A mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta.

Os dados estão lançados.

Eu não quero que minha mulher seja nem mesmo objeto de suspeita.

Certamente, bem aventurada a boca que me julga.

Tão falsa e sínica que confundiria com a de Judas;

Nem todos que está em Israel são israelita.

Nada existe de tão difícil que não seja vencível.

Transporta César e sua fortuna.

Talvez fim.

Sabe o porquê tem muita gente odiando? Simples, odiar é fácil e não exige força. Agora, tente amar! Amar, não raramente, é dar as mãos ao sofrimento.

Hoje eu acordei com saudade de mim, saudade do menino Alegre que não via um lado ruim em tudo, saudade de quem se foi e não voltará do que passou e não se repetiram!!!

As vezes sinto que ja te amei na encarnação passada e jurei te amar em todas as outras que virão, então não me culpe por te amar tanto assim, só estou cumprindo a minha promessa.

★ Curso VIVER DE YOUTUBE: https://go.hotmart.com/Y53917967R

Julga-me, ó Senhor, pois tenho andado na minha integridade; no Senhor tenho confiado sem vacilar.

Salmos 26:1

Deixe um comentário